top of page

+publicidade+

Conversas Maternas - Eduardo Duarte

Dicas para proteger as crianças do sol


Dicas para proteger as crianças do sol

Com as férias escolares, esse é o período de diversão das crianças, seja em casa, na praia, no clube ou no parque, mas é preciso ter muita atenção com os pequenos durante a estação mais quente do ano.


A exposição ao sol ajuda na síntese de vitamina D, que é necessária para que os ossos sejam saudáveis, além de proporcionar bem-estar e contribuir para outras funções regulatórias do organismo. Por outro lado, a exposição excessiva à radiação solar ultravioleta está associada ao aumento do risco de câncer de pele e provoca o envelhecimento cutâneo precoce. Saiba porque devemos proteger as crianças do sol.


Por que proteger as crianças do sol

O câncer de pele é raro na infância. Mas a prevenção é de fundamental importância, uma vez que os efeitos da radiação solar são cumulativos. Sendo assim, é essencial cuidar para que crianças e adolescentes fiquem protegidos tanto em relação aos efeitos imediatos da exposição solar – queimaduras, brotoejas, infecções de pele e dermatoses, por exemplo – como também dos efeitos silenciosos do sol a médio e longo prazo, como envelhecimento cutâneo, as manchas e o câncer de pele.


Alguns pais apresentam a preocupação de proteger a pele dos seus filhos quando estão na praia ou piscina porém esquecem da proteção diária. É importante enfatizar que o sol da praia e da piscina é o mesmo de todos os dias, e a radiação é constante, apenas com oscilações ao longo do dia. Veja como proteger as crianças do sol:


E qual o melhor horário para expor ao sol?

A exposição solar deve ser evitada no período das 9h às 15h, quando há predomínio da radiação ultravioleta B, que é a principal responsável pelo desenvolvimento do câncer de pele na idade adulta, sendo fundamental o uso de filtros solares, mesmo em dias nublados.


A partir de que idade usar o filtro solar?

Até os 6 meses de idade deve-se evitar a exposição direta ao sol. A partir dessa idade já pode usar o filtro solar e o produto deve ser apropriado para uso em crianças. Os protetores infantis contêm menor quantidade de substâncias potencialmente alergênicas e possuem maior resistência à água.


Como deve ser aplicado o filtro solar?

O protetor solar deve conter fator de proteção solar (FPS) mínimo de 30 e ser resistente à água. A aplicação deve ser feita no mínimo 30 minutos antes da exposição direta ao sol, para que possa exercer seu efeito de proteção, e deve ser reaplicada a cada duas horas.

Não esquecer de passar o filtro solar em locais como as orelhas, o dorso dos pés e a região atrás dos joelhos.


E qual a quantidade adequada do protetor solar?

Dicas para proteger as crianças do sol
Regra de colher de chá

É importante lembrar que a sombra do guarda sol não protege adequadamente, pois a radiação pode atingir a pele através da reflexão dos raios na areia e no cimento, mesmo quando se está embaixo do guarda sol.


O uso de óculos, bonés e roupas que possuam proteção UV aumentam a segurança e liberdade das crianças nas praias, piscinas e brincadeiras ao ar livre durante todo o verão.


Crianças tendem a imitar aquilo que os adultos ao redor fazem. Por isso, é fundamental o papel dos pais e cuidadores em educar e estimular as medidas necessárias de fotoproteção.


Boas férias!



*Mariana Pausen médica dermatologista, alergista e imunologista e mãe da Alice. CRM 52.90728-6

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Conversas Maternas
  • Twitter
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • LinkedIn
Grupo de mães

Deixe seu email pra receber mais dicas!

Seja bem-vindo!

Grupo de mães
bottom of page