top of page

+publicidade+

Conversas Maternas - Eduardo Duarte

Desenvolvimento motor do bebê

Desenvolvimento Motor do Bebê

Sempre que falamos de movimento, muitos pais relacionam com crianças mais velhas: Quando engatinhar, subir em um móvel ou brinquedo, se pendurar, dentre outros, mas queremos ressaltar o movimento desde os primeiros dias de vida quando o bebê naturalmente e recebe o estímulo quando é carregado, a cada troca de fralda, cada vez que é colocado na banheira e estimulado de forma adequada.


Não precisamos promover grandes atividades. A sensação de movimento, que estimula muitos componentes sensoriais e motores para o bebê que acabou de chegar em casa, pode e deve acontecer através dos cuidados da rotina como ao carregar no colo deitado o bebê experimentará uma sensação, ao ser carregado ou posicionado na posição de bruços, será uma nova sensação de movimento e de posição de cabeça, portanto é muito importante carregar e posicionar seu bebê de muitas formas.


Desenvolvimento motor do bebê em casa

Chegar em casa com um recém-nascido, tentar compreender a nova etapa e ir acostumando a nova rotina, é um desafio, não é mesmo? Saiba que o recém-nascido passa a maior parte do tempo dormindo.


Nesse primeiro trimestre você vai estar se adaptando a amamentação, privação de sono e a rotina. Do ponto de vista da Fisioterapia podemos orientá-la sobre qual a melhor postura para você e para o bebê na hora da amamentação, quando e como posicionar e estimular seu bebezinho desde os primeiros dias de vida de forma impactar positivamente seu desenvolvimento futuro. Afinal existe muitas formas de estimular seu bebê novinho!


Estímulos não são indicados somente para bebês atípicos, queremos destacar a importância da fisioterapia nos bebês típicos também. Tenha uma Fisioterapia para chamar de seu desde a alta hospitalar, pois as orientações podem fazer toda diferença na vida do seu bebê. Devemos atuar na prevenção!


Um bom desenvolvimento está relacionado a variabilidade de um posicionamento bem alinhado associado a um ambiente favorável com variedade de estímulos, com oferta de brinquedos adequados. Crie oportunidades para seu bebê!


- Comece a incentivar o contato com o chão desde o primeiro dia em casa, quando digo chão, não necessariamente diretamente no chão, mas com uma proteção

-Saiba que seu bebê pode e deve ficar de bruços desde os primeiros dias de vida. Existem muitas maneiras para isso como no próprio colo, no seu peito, nas suas pernas, em recursos como bola dentre outras maneiras que permitam o bebê se sentir bem na posição.

-Dormir a noite de barriga para cima, mas durante o dia, quando estiver supervisionado, deve trocar a postura dele de um lado para o outro e até mesmo de bruços. · Colo não faz mal, mas ele precisa de algumas vivencias no chão. · Evite dispositivos contensores como bebê conforto, cadeirinhas dentre outros. · Trocar fraldas : Na rotina do bebê permitimos a ele muitas possibilidades e oportunidades, sendo ele típico, atípico, a termo ou prematuro. NÃO deve existir " o momento" do dia para estimular. Todos os detalhes da rotina, como alimentação, troca de fralda, banho, carregar no colo e passear de carrinho são oportunidades. Afinal é extremamente desproporcional o tempo que temos para impactar no aprendizado 1h do dia para estimular x 23h livres. Pense nisso! A troca de fralda como exemplo, é uma oportunidade muito rica para incentivar o seu bebê a lateralizar. Ao invés de só levantar as pernas do bebê como normalmente é feito, vire o bebê de lado, facilite o movimento para o seu bebê. Além de acostumar seu nenê no chão, você aproveita para permitir que o movimento aconteça, que ele tenha intenção de lateralizar. Importante lembrar que é esperado que o bebê comece a querer lateralizar por volta de 3 meses e comece a rolar a partir de 4/5 meses Então calma!! É uma dica. Tudo é um processo. Aproveite as outras atividades rotineiras para potencializar o desenvolvimento do seu bebê. É importante que todo bebê passe por uma avaliação de um profissional especializado para avaliar o seu desenvolvimento. Este profissional te ajuda a acompanhar o alinhamento biomecânico e pode lhe dar várias dicas de como variar posturas para evitar deformidades, torcicolo posicional, plagiocefalia e etc...


  • Dica 1 Colocá-lo, durante o dia, de lado com o rolinho entre as pernas para ele não virar, além de auxiliar na organização do corpo do bebê.

  • Dica 2 Variar a postura do bebê em relação ao berço. Isso evita que ele faça movimentos repetidos sempre para o mesmo lado. Estimulando os movimentos da cabeça, visão, braços e pernas. Dica 3 Colocar o bebê em um travesseiro com o corpinho dentro de uma almofada de pescoço. Isso ativa musculatura flexora e ajuda no alinhamento corporal e na organização global do bebê

  • Dica 4 Quando estiver acordado ! Colocar o bebê de bruços e colocar um rolinho atrás dos braços dele. A maneira correta é como aparece na foto, os braços têm que estar na posição 90°. Isso ajuda a desenvolver a extensão de pescoço e fortalecimento dos músculos das costas.

  • Dica 5 Colocar o bebê de bruços no colo ou nos braços. Essas posições são usadas para bebês que têm resistência para permanecer de bruços.


Durante o desenvolvimento, o modo como o bebê usa informações do meio e como ele lida com elas é como ele vai construir seu desenvolvimento. Através dos sentidos (tato, propriocepção, estímulo vestibular, visão, audição, olfato, paladar) que a criança descobre o próprio corpo e o mundo a sua volta.


A rede de lycra simula o movimento de feedback, fazendo o papel da parede abdominal da mãe, promovendo oportunidades de experiências sensoriais e vestibulares que contribuem para o movimento e auto regulação, principalmente quando associada com os sentidos como visão e audição, interferindo na participação ao longo da vida desse bebê.


Para que o bebê se movimente ele precisa de um objetivo que só é desejado se o ambiente despertar o interesse do bebê. Se movimentar para processar algo que o levará acidentalmente a um movimento como o rolar. Para isso além do ambiente, é importante o brinquedo adequado e na posição certa!


Recebo muitas dúvidas de como pais e mães podem brincar com seus bebês e quais brinquedos comprar. Por isso, hoje começamos uma série sobre dicas de como brincar e quais os brinquedos podem ser comprados para cada faixa etária. ü Como são inúmeras opções vamos orientar o que NÃO pode faltar em cada etapa para potencializar o desenvolvimento sensório motor do seu bebê. ü Importante destacar a importância de um ambiente adequado. Assim como a posição adequada do brinquedo para direcionar o movimento.


- Meu bebê é tão novinho e já brinca? Qual brinquedo oferecer? Sim!!! Bebê brinca.No 1° trimestre seu contato acontece muito através dos sentidos, então além dos contrastes, sons suaves também irão encantá-lo positivamente. "Abuse" do contato olho no olho, converse com ele explorando diferentes entonações da sua própria voz. ü Lembrando que os bebês se cansam rápido. Ao perceber, troque a atividade ou dê uma pausa. Nesse intervalo, o bebê vai adorar um colinho. Brincar e estimular o bebê é fácil e não precisa muito.


Gostou das dicas ?

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Conversas Maternas
  • Twitter
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • LinkedIn
Grupo de mães

Deixe seu email pra receber mais dicas!

Seja bem-vindo!

Grupo de mães
bottom of page