top of page

+publicidade+

Conversas Maternas - Eduardo Duarte

Febrefobia, saiba mais


Você sabe o que é isso? Vamos conversar sobre febre e febrefobia. FEBRE é quando a temperatura axilar está 37,8°C ou mais. Algumas referências definem febre a partir de 37,3ºC, porém não devemos medicar imediatamente. Deve-se observar a criança e se ela apresenta prostração, sonolência, inapetência, mal estar e nestes casos medicamos. Se não houver sinal de alarme associado, devemos hidrata-la, deixar com roupas fresca e observar!


Febre é um sintoma, é um sinal que seu organismos está combatendo algo, é um sinal de reação e resposta a algum agente e não uma doença, portante ter febre é um sinal de combate do seu organismo e não devemos nos desesperar!


Febre é um mecanismo de defesa, que ajuda a combater vírus e bactérias ou outros agentes infecciosos e inflamações! Sempre devemos medicar a febre? Nós devemos medicar a febre que deixa a criança prostrada, irritada, com mal estar, tremor, falta de apetite ou outras alterações comportamentais.


Mas se deixarmos a temperatura aumentar não predispõe a convulsão febril? NÃO!

O que predispõe a convulsão é a mudança brusca de temperatura! Não é necessariamente a febre alta que todo mundo se apavora!O fato da criança estar afebril e subitamente e rapidamente a temperatura subir a 38,3°C, por exemplo, já seria um

pico com risco de convulsão. Manter esse 38,3°C ou até 39°C, por exemplo, por algum tempinho NÃO faz a criança convulsionar. Entendem a diferença?


E outra coisa sabiam que o uso de antitérmicos não previne a convulsão febril?

Não adianta ficarmos super medicando. Quando devemos nos preocupar mais com a febre?

⁃ Febre acompanhada de calafrios

⁃ Criança prostrada, sonolenta ou com diminuição da diurese no momento e após a febre

⁃ Febre persistente por mais de 72 horas

⁃ Febre em crianças até 3 meses de vida, especialmente quando recém-nascido

⁃ Criança pálida, com boca ou nariz arroxeado, e hipoativa.

⁃ Criança com respiração rápida, ofegante mesmo sem febre

⁃ Criança com choro incoercível sem causa aparente, sugestivo de dor ou irritabilidade intensa


Dicas para lidar com a FEBRE:

- Ofereça muito líquido pra criança - principalmente água, se menor de 6 meses aleitamento materno a vontade!

⁃ Deixe a criança com roupa fresca, não precisa agasalhar!

⁃ Ofereça alimentos saudáveis, frutas ajudam e muito!

⁃ Lembre-se que podemos ter infecção por bactéria e também por vírus, logo podemos sim ter febre alta em quadro viral, as famosas viroses

⁃ Não de banho super gelado, não use toalhas com álcool- é contraindicado!


E o mais importante como vimos, febre é um combate a infecção, inflamação portanto ela não cessa enquanto o problema ainda existir! Então devemos aguardar a resolução da doença!Na dúvida, sempre contate seu pediatra!


*Bruna é médica pediatra, formada pela UNESA desde 2016, com residência em Pediatria no Hospital Municipal Jesus. Cursa pós-graduação em Nutrição Materno Infantil pela FAPES. Também é consultora de amamentação.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


Conversas Maternas
  • Twitter
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • LinkedIn
Grupo de mães

Deixe seu email pra receber mais dicas!

Seja bem-vindo!

Grupo de mães
bottom of page